Oficinas de máscaras alcançarammais de 250 pessoas entre os dias 01 e 18 de fevereiro 
As já tradicionais oficinas de máscaras ministradas  por artesãos oficineiros da Associação dos Artesãos de Bezerros (AAB), se encerraram nesta terça-feira, dia 18 com alunos da Escola José de Góis, nas dependências da associação. Desde o dia 01 de fevereiro até hoje, foram confeccionadas mais de 250 máscaras, por alunos da rede pública, associações,  e transeuntes no centro da cidade , na Praça da Bandeira, onde aconteceram duas oficinas. Além destes as oficinas aconteceram no RADAR, APORDEB e na comunidade de São Rafael, com os artesãos  José Pedro Soares, Josete Silva, Vânia Alves e Vítor Alves.
Folia do Papangu 2020: Coordenadoria da Mulher de Bezerros lança campanha “Tira a mão, não é não!”

E aí, mulherada, tudo ok pra curtir o Carnaval?

Cabelo ok, marquinha ok, sobrancelha ok, a unha tá ok!

Fantasia, ok. O glitter tá ok. A lista dos bloquinhos, ok.

E a consciência? Bora deixar ok também?

Nesse Carnaval, vamos nos respeitar!

Se receber um não, fique ok.

E foi pensando em prevenção que a Prefeitura de Bezerros, juntamente com a Coordenadoria da Mulher, lançou a campanha “TIRA A MÃO, NÃO É NÃO”. A mensagem busca reforçar que as mulheres querem se divertir sem ter que se preocupar em serem assediadas, sem terem seus corpos violados; querem ocupar os espaços públicos e se divertir sem medo.

O foco é na prevenção e denúncia de crimes de importunação e assédio sexual durante o carnaval deste ano. Importunação sexual é crime e dá cadeia – prevista na Lei 13.718/18. Sofreu algum tipo de assédio na folia? Procure um agente de segurança ou a delegacia mais próxima.

É importante que todas e todos estejam unidos, para que situações como essas não aconteçam, e se acontecerem, recebam a devida atenção. Assédio é crime! Depois do não, tudo, tudo é assédio. E assédio não faz parte da brincadeira. Então, deixa as meninas/mulheres se divertirem! Lembrando sempre que a fantasia delas não é um convite. Divulgue essa ideia!

É potência, é luta, é resistência!

Violência contra a mulher, denuncie! Disque 180

DENUNCIE:

Ouvidoria da Mulher: 0800.2818187

Bezerros é destaque em exposições no Rio de Janeiro

O Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP/Iphan) está promovendo as exposições “Terra do Papangu: as máscaras de Carnaval de Bezerros (PE)” e “Xilogravura”, que inauguraram em grande estilo a programação de 2020 do Museu de Folclore Edison Carneiro, no Rio de Janeiro-RJ.

Esta é a primeira vez que uma exposição abre alas para as seculares máscaras de papangu de Bezerros. Entre os destaques, estão peças de Cláudio Rocha, Iraildo Batista, Josy Santos, Pedro Soares, Josete Silva e o patrimônio vivo de Pernambuco, Lula Vassoureiro.

Situada no agreste de Pernambuco, a cidade de Bezerros é conhecida como a ‘Terra dos Papangus’. Vale lembrar que o Carnaval de Bezerros é o terceiro em popularidade em Pernambuco, depois de Recife e Olinda. Durante a festa, o domingo de Carnaval é dedicado a um disputado e tradicional Concurso de Papangu. Parte do programa Sala do Artista Popular (SAP), a exposição Terra do Papangu: as máscaras de Carnaval de Bezerros (PE) foi estrelada por máscaras, bem como registros do trabalho dos artesãos, pesquisado recentemente pelo antropólogo Túlio Lourenço, do CNCFP/Iphan.

Já a Galeria Mestre Vitalino (fechada desde 2013 para reforma) traz a mostra “Xilogravura”, que apresenta obras do acervo de 17 mil itens do Museu de Folclore Edison Carneiro. Há 21 anos sem serem expostas, as obras são assinadas por artistas como Mestre Noza, Stênio Diniz, e o bezerrense e patrimônio vivo de Pernambuco, J. Borges.

A mostra “Terra do Papangu: as máscaras de Carnaval de Bezerros (PE)” fica exposta até o dia 15 de março, e “Xilogravura” até 19 de julho. A entrada é grátis.

Com informações do Correio do Brasil.

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: