Por tantas vezes nos angustiamos ao indagarmos o porquê de nossos problemas serem sempre maiores do que os dos outros. Nos lamentamos e nos indignamos pensando que nossas dores são maiores que as dores das outras pessoas. Nos afligimos imaginando que nossos sofrimentos são piores, nossas pedras são mais pesadas, e nossa cruz a maior entre a de todos. Tantas vezes questionamos ou desacreditamos da justiça divina, desacreditamos do tempo a nosso favor, e perdemos mesmo que momentaneamente, a fé no futuro. De fato, nos precipitamos em nos subestimar diante das nossas próprias dificuldades, e por não sabermos esperar pelo tempo das respostas. Nos equivocamos por acharmos que somos mais sofredores, e menos recompensados pela vida ou por Deus. Por isso nos revoltarmos ao fazermos comparações entre nossa situação e a das outras pessoas, é simplesmente desperdício de tempo. Cada pessoa tem um limite de peso que pode carregar e do sofrimento que pode suportar. Há sempre um propósito em cada experiência que nos é enviada, e um tempo determinado para carregarmos cada fardo que nos foi destinado por sermos capazes de suporta-los e carrega-los.

A palavra para hoje é RESISTÊNCIA.

(Mariana Helena de Jesus) @marianahelenadejesus www.marianahelenadejesus.blogspot.com.br

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: