Há 18 anos no segmento de moda no polo de confecção do agreste, Walquíria Assis, moradora de Encruzilhada de São João, teve uma ideia para ajudar famílias em vulnerabilidade social na comunidade. Ela reuniu cerca de dez voluntários e começou a confeccionar máscaras que são trocadas mediante a entrega de 1kg de alimento não perecível. Com a atitude, Valquíria Assis não combate apenas a fome da população carente, mas ajuda a proteger as pessoas do contágio da Covid-19, já que é um dos itens recomendados para se proteger do novo coronavírus. A meta é que dez mil máscaras sejam confeccionadas. A iniciativa, segundo ela, recebeu apoio da empresa Nordeste Colchões (que doou insumos) e da Câmara de Vereadores e será copiada por uma instituição religiosa na cidade de Agrestina. A bonita história chamou a atenção de canais de TV de Caruaru, que levaram a pauta para os seus telejornais.

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: