[ad_1]

aerNão há como evitarmos as “reviravoltas” que a vida nos dá, nem como nos prevenirmos totalmente contra as pedras inesperadas que encontramos no caminho. Inúmeras e frequentes vezes a gente se surpreende de maneira negativa, com situações que nos deixa sem ânimo, sem ação, sem coragem, e sem determinação para enfrentar as circunstâncias, e tantas vezes os acontecimentos são tão bruscos, inexplicáveis, e incontroláveis, que nos assusta, nos decepciona, nos mobiliza, e nos deixa uma sensação de impossibilidade, de perda, e de fracasso, que chegamos a nos sentir incapazes de mudar o contexto, incapazes de reagir, incapazes de superar, de suportar, de resistir, e de continuar ou recomeçar. Mas apesar desses traumas temporários de insegurança e de medo, é preciso sermos “firmes”, sem perder o otimismo e a perseverança perante as mais imprevistas dificuldades e desafios que nos surpreendem no meio do percurso. Nenhuma circunstância ou resultado negativo são permanentes, as situações mudam, a gente se fortalece, se restaura das experiências ruins, e a medida que “reagimos” para enfrentar tais adversidades, descobrimos como tão “grande” é a nossa capacidade de superação, e como somos “maiores” do que qualquer desafio que tenta nos combater.A palavra para hoje é FORÇA.

Enviado por:Redator

[ad_2]

Fonte: Bezerros Hoje / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: