Nem sempre quem vence uma disputa é o mais forte, nem quem ganha uma batalha é o que ataca. Nem sempre quem tem razão numa discussão é aquele que profere mais palavras, nem aquele que silencia-se diante das perguntas e das respostas. Nem sempre a pessoa mais errada foi quem atirou a pedra, nem quem provocou o seu lançamento. Nem sempre persistir em um objetivo é o caminho correto, nem desistir dele diante dos ventos contrários é a atitude mais certa. Nem sempre dizer “sim” é o caminho mais curto, nem torna mais fáceis as decisões, e nem dizer “não” é sinal de prudência e acerto. Tudo é uma questão de reflexão, de postura, de diplomacia, de maturidade para saber analisar as circunstâncias mediando a razão e a emoção. Na euforia e no impulso não se toma as melhores decisões, nem se fala o que é mais certo. Nem na frieza das palavras se dá as melhores respostas. É preciso ponderar cada situação, controlar a impulsividade, e buscar compreender também as pessoas sobre as perspectivas delas além das nossas. Em qualquer momento é inteligente usar as análises da razão sem perder a essência das emoções.

A palavra para hoje é SABEDORIA.

(Mariana Helena de Jesus)@marianahelenadejesuswww.marianahelenadejesus.blogspot.com.br

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: