Simpática cadela ganhou a simpatia dos policiais que fazem a rota Bezerros-Bonito.

Uma equipe de policiais militares do 4º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, localizado em Caruaru, mas com companhias espalhadas pelo Agreste do Estado, realizou um resgate pra lá de especial no último sábado (23). 

Quatro agentes localizaram uma cadela e nove filhotes em um matagal próximo a Sairé. Debilitados, os animais foram levados para a sede da Companhia da Polícia Militar localizada em Bezerros. 

Preta, como é carinhosamente chamada pelos agentes, já era ajudada pelo grupo há algum tempo. Até que desapareceu nos últimos dias, causando estranhamento nos policiais, que decidiram procurá-la. 

Sempre fazemos ronda de Bezerros a Bonito e passamos em um posto na beira da pista, na altura de Sairé. Aí, um dia ela veio, fazendo festa, a gente deu atenção. Então todo serviço a gente levava alimento e, sempre que podia, parava. Falamos para outras equipes também levarem”, conta o soldado José Wilker. 

“De repente, ela não apareceu mais. Aí o pessoal do posto lembrou que ela estava grávida e era capaz de ter tido os filhotes. Como é área de mato, pensamos na situação deles”, completa. 

O grupo entrou por uma estrada de terra próxima ao posto e, pouco depois, encontrou uma filhote em estado grave. “Tava muito quente, ela estava quase roxa. Tentei reanimar, não consegui. Mas um outro colega conseguiu aspirar a terra que estava no focinho e na boca e levamos ela embora para dar água e leite”, relata o soldado.

Os policiais decidiram retornar à localidade no final do dia, quando encontraram Preta e oito filhotes. “Ficamos muito felizes e aliviados de achar eles. Ela colocou todos os filhos em um espacinho dentro do matagal, acho que pensando na proteção, mas o tempo estava fechado e, com a chuva, eles iam ser todos arrastados”, conta José Wilker.  

Todos foram levados para a sede da companhia, em Bezerros, exceto a primeira resgatada, que chegou a ser adotada pela tia de Wilker, mas acabou falecendo nesta segunda-feira (25).  

Preta e os cãezinhos estão recebendo cuidados, e alguns filhotes já estão com adoções praticamente certas, entre membros da corporação. Os que não tiverem adotantes certos até o desmame serão colocados para adoção. 

Também será feita campanha para encontrar um lar para Preta, mas, antes de isso acontecer, ela fará a cirurgia de castração, que será bancada através de uma cota entre os policiais. 

Folha de Pernambuco

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: