Recentemente fui questionada sobre o fato de não postar dicas e temáticas sobre infância. Me parece que ser mãe trouxe para muitos a necessidade daquilo que temos visto tão constantemente, mães blogueiras que compartilham a vida dos filhos nas redes sociais, seja com conotação pessoal ou profissional. O fato de eu ter lançado momentos falando sobre o puerpério (ainda não concluimos sobre o tema) instigou acreditar que meu insta viraria um espaço de blogueira.
À alguns anos atrás trabalhei atendendo crianças sim. Porém, já faz um bom tempo que essa não é mais minha área. Hoje, trabalho com adolescentes e principalmente adultos. Quando trago temáticas como reeducação alimentar, puerpério, estou trazendo justamente demandas da minha rotina. Amo o que faço e busco cada dia me aperfeiçoar mais e agir dentro da ética profissional e da minha ética pessoal. Posso em algum momento repostar alguma matéria que considere interessante na temática infantil, mas esse não é meu foco profissional. Bem como, esse insta não é de blogueira mas sim profissional, onde divulgo meu trabalho e compartilho alguns pontos profissionais com aqueles que me seguem, nele tenho acolhido algumas pessoas que me procuram e realizado algumas trocas significativas (para mim e para quem me procura). Sou super grata àqueles que curtem o pouco que posto aqui. Bem como recebo de coração dicas e sugestões que estejam dentro do meu viés de trabalho. Vamos continuar divulgando, trocando, acolhendo????
😉
#Psicologia #TerapiaCognitivoComportamental #LaiseGomesLealNovaesCantarelli #Bezerros #Pernambuco #Brasil #Nordeste #Terapia #Troca #Divulgação #Profissional #Acolhimento #Vida


Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: