A situação de dificuldades dos professores do munícipio não se resume apenas a classe dos afetivos, que receberam o salário do mês de agosto em duas parcelas. Professores do quadro de contratados também efrentam o problema de salários atrasados. “Temos que parar um dia, pois o sindicato somos nós. Que papai do céu tenha misericórdia da gente”, desabafou uma professora em vídeo que circula nos grupos de Whatsapp. Clique na imagem para assistir:

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: