A Prefeitura de Bezerros esclarece que a nomeação de Júlio César Parizio aconteceu legalmente no dia 8 de julho, como está na portaria de maneira transparente para a consulta de qualquer órgão fiscalizador, inclusive o maior deles: a população. Sua escolha para tal função ocorreu devido a sua capacidade técnica, tendo em vista que não foi uma escolha de cunho político – algo costumeiro nesses casos – e nessa ocasião a gestão fugiu à regra, optando pela nomeação de alguém técnico. Após a nomeação, Júlio foi designado para o trabalho de capitação de recursos e parcerias através de projetos para as ações que irão comemorar os 150 anos do município em 2020. Tal acontecimento irá envolver todo o município com uma comissão para coordenar a iniciativa. As primeiras reuniões de trabalho já ocorreram desde o mês de julho com o auxílio de pessoas como Rogério Beltrão, funcionário do Tribunal de Contas de Pernambuco e Marcone Borba, ex-prefeito de Bezerros, para assim ser montada oficialmente a comissão da festa, que será anunciada em breve.
Em relação a Marconi Andrade, desde o início da gestão Breno, ele tem conduzido com maestria todo o seu trabalho para exercer o cargo que lhe foi confiado. Com um perfil aglutinador, Marconi é o principal suporte das demais pastas da gestão. O prefeito Breno Borba ressalta que sempre o apresenta como secretário de Planejamento, pois é ele quem conduz todas as reuniões das quais o prefeito não pode participar.
Em tempo, a Prefeitura reforça que todas as informações financeiras, nomeações e portarias estão disponíveis para a consulta de toda a população através dos portais da transparência. Uma exigência da lei para todos os órgãos públicos, que em Bezerros é cumprida à risca.

%d blogueiros gostam disto: