O Tribunal de Justiça de Pernambuco, através da Comarca Única de Catende,  Mata Sul pernambucana, decidiu, na manhã desta quinta-feira (26), pelo afastamento, no prazo de 180 dias, do atual prefeito do município, Josibias Cavalcanti. Entre as justificativas para a decisão estão acusações de indícios de nepotismo, irregularidades no pagamento de servidores efetivos e contratados, fraude em licitações, má utilização de verbas de precatórios e descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal.

O afastamento foi determinado pelo juiz Ricardo Guimarães Luiz Ennes. O relatório judicial detalha minuciosamente as várias alegações que embasam a decisão, principalmente os pareceres do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE) e auditorias do Ministério Público.

Para o magistrado, as provas anexadas ao pedido de afastamento apontam para “irregularidades graves”:

Leia mais aqui

Fonte: O Portal Nova Mais

%d blogueiros gostam disto: