[ad_1]

carasÉ de fato exaustivo e desmotivador ter que lidar com o “tempo das ausências”, a indesejável “fase” da escassez, na qual surgem ou multiplicam-se as perdas, os insucessos, os fracassos, as limitações e decepções, e os desafetos e as impossibilidades. É sem dúvida, angustiante e até desesperador o período em que não vemos nada fluindo positivamente em nossa vida, como se tudo o que fazemos para dar certo, acabasse dando errado, e nada prosperasse. Inegavelmente é desafiador essa fase que nos falta quase tudo o que queremos para compor a nossa satisfação é felicidade, porque é sacrificante fazer tantos esforços sem obter resultados. E diante dessas “faltas e ausências”, quando não há satisfação pessoal, quando falta motivação profissional, e estabilidade financeira ou emocional, quando não há progresso dos nossos planos, quando nos falta preenchimentos de nossas lacunas, respostas para nossas esperas, e a cura de nossos sofrimentos, o único método para nos manter de pé e resistindo perante essa “multiplicidade de insatisfações”, é aprender a “conviver” com a ‘temporada da escassez”, até que ela passe.
A palavra para hoje é ADAPTAR-SE.

Enviado por:Redator

[ad_2]

Fonte: Bezerros Hoje / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: