Por Sérgio Leão

Como todos sabem, eu não costumo tecer comentários sobre a política local, pois faço parte de um grupo político e é claro que quando elogio este lado não sou bem visto pelos que não comungam com meus pensamentos e muito menos com meu trabalho de jornalismo institucional, o que é entendível, de minha parte. Oxalá não seja mal entendido neste Sabadão, no entanto sinto-me impelido a comentar rapidamente sobre a postura inicial do novo  prefeito de Bezerros, Breno Borba. Empossado nesta terça-feira, dia 07, Breno surpreendeu aos que achavam ser ele apenas um vice-prefeito coadjuvante, já no anúncio de seu secretariado, quando ousou inovar com alguns nomes jovens  em setores primordiais para seu governo, além de manter alguns secretários já aprovados pelas gestões passadas  o que lhe dá um suporte bastante positivo para os seus 20 meses de gestão. Resta-nos agora esperar pelo bom senso dos governos federal e estadual na alocação de recursos que permitam a elaboração e conclusão de projetos já vigentes e outros que virão.

De perfil mais para ouvidor e semblante sempre sereno, Breno surpreendeu também nos seus primeiros dias de governo, com posições seguras e voz de comando com muita propriedade, o que faz os bezerrenses  comentarem quase unanimemente, nas redes sociais e nas ruas da cidade, que ele será um grande gestor. Sua posse foi glamorosa e reuniu  as grandes lideranças da cidade e outras da região;  em seu discurso ele também mostrou maturidade, exaltando o grande aprendizado durante as gestões de Branquinho, seu antecessor no comando dos destinos de Bezerros. Seus primeiros dias de governo  têm sido intensos e longos, pois tem buscado ouvir a população, realizado visitas e participado de várias reuniões com seu secretariado, fornecedores e jovens bezerrenses que estão bastante esperançosos. Para quem  duvidava do jovem prefeito, ele já deu as cartas iniciais que em seu governo o trabalho será constante e a relação com os vereadores será extrema e unicamente voltado para os anseios do povo bezerrense, sendo aparteado pelos mesmos, de forma conciliadora e democrática, o que nos dá a certeza de que novos dias virão.



Fonte: Bezerros Agora .

Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: