[ad_1]

57

Independente de uma “data” comemorativa, ou de uma “data” que consideramos especial sentimentalmente em relação as pessoas de quem gostamos, o mais importante não é a “comemoração”, e nem o “presente” que possamos “dar”, mas é simplesmente a forma que a gente se “deu” para elas, ou que ainda nos “daremos”. Não podemos nos prender apenas a uma “data” para podermos demonstrar gratidão, consideração e carinho, usemos as “datas” para acrescer nossas demonstrações de afeto, e nos estendamos diariamente na recíproca da atenção, da retribuição, dos cuidados, da presença, do respeito, e da demonstração, porque assim como toda fase na vida da gente passa, as pessoas também “passam”, e levam consigo apenas a lembrança do que fizemos a elas, deixando a nós a recordação do que juntos vivemos, e a nossa consciência “tranquila” ou “culpada” sobre as atitudes que tivemos. Portanto, não nos limetemos somente a um dia “datado” no calendário, ou ao “valor” e “significado” de um presente material, porque “o melhor presente” que a gente pode dar a alguém é falar positivamente sobre ele para Deus, por meio da oração, pois isso nos manterá sempre ligados, mesmo quando essa pessoa já não estiver mais aqui.
A palavra para hoje é PRECE.

Enviado por:Redator

[ad_2]

Fonte: Bezerros Hoje / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: