Após oito anos, Série C de 2020 terá um novo formato em vigência. Antes definida a segunda fase através do mata-mata entre os quatro melhores de cada grupo, a competição, a partir de agora, terá uma nova fase de grupos, sendo disputada por dois quadrangulares. Uma proposta de mudança que há muito foi gestada pelo presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior, Fábio Bentes, do Remo e Ricardo Gluck Paul, do Paysandu.  A votação do conselho arbitral da competição ocoreu hoje, no Rio de Janeiro, e teve a votação terminada em 14 x 6, entre os 20 participantes da Terceira Divisão de 2020. 

Explica-se a modificação. A primeira fase da Série C mantém-se igual à do ano passado, com cada chave tendo 10 times disputando as quatro primeiras colocações. Já na segunda fase, os oito classificados dos grupos A e B se dividirão em dois novos grupos, enfrentando-se em jogos de ida e volta. Ao final deles, as duas melhores equipes de cada chave conquistarão o acesso à Série B. 

Sobre a finalíssima pelo título da Terceira Divisão, os dois primeiros lugares de cada quadrangular é quem vão disputar o confronto em jogos de ida e volta. Cenário idêntico ao que aconteceu no ano passado, quando Sampaio Corrêa e Náutico, depois de se classificarem na extinta fase da semifinal, disputaram o duelo.  Outra mudança também foi estabelecida: as partidas da segunda fase da Série C deverão acontecer em estádios com mais de 10 mil de capacidade de público. 

COMPOSIÇÃO DOS QUADRANGULARES

Grupo A (Quadrangular)

1º do Grupo A da 1ª Fase

2º do Grupo B da 1ª Fase

3º do Grupo A da 1ª Fase

4º do Grupo B da 1ª Fase

Grupo B (Quadrangular)

1º do Grupo B da 1ª Fase

2º do Grupo A da 1ª Fase

3º do Grupo B da 1ª Fase

4º do Grupo A da 1ª Fase

Fonte: Super Esportes

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: