Dinheiro saiu do caixa eletrônico e agricultora não viu.

Um exemplo de solidariedade deixou os moradores do Agreste pernambucano comovidos em meio à pandemia do novo coronavírus. Uma agricultora que mora no Sítio Campo do Majé, na zona rural de Alagoinha, esteve em Pesqueira, cidade próxima, para sacar o valor do auxílio emergencial no último fim de semana.

Elizabete Santos tinha direito ao benefício dobrado, no valor de R$ 1.200, que está sendo liberado para mulheres que são chefes de família. Entretanto, ela não conseguiu terminar a operação e deixou a agência bancária.

Em seguida, outra cliente que estava na fila do caixa eletrônico percebeu que a máquina contabilizou as notas e imprimiu o comprovante de saque. A cliente guardou o valor de R$ 1.540 (auxílio emergencial + R$ 340 do Garantia Safra) e, em posse do comprovante com o nome de Elizabete, decidiu procurar a dona do dinheiro.

Blog Riacho Bem Informado

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: