Levantamento realizado pela CPRH apontou irregularidades ambientais praticadas pela maioria dos 1466 postos de combustíveis em operação no estado de Pernambuco. De acordo com os dados, 907 postos apresentaram alguma pendência, tais como falta de cadastro técnico estadual, funcionamento sem licença de operação e débitos referente à Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental de Pernambuco (TFAPE).
Os empreendimentos irregulares estão sendo notificados com prazo de até 20 dias para se regularizarem. Caso não cumpram as exigências durante o período, os inadimplentes serão autuados e poderão ser inscritos na dívida ativa do Estado.

CPRH

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: