Há coisas, situações e problemas que em meio a uma fase de nossa vida persistem como um círculo vicioso que não nos leva a lugar nenhum e nem nos eleva a um contexto melhor e mais promissor. E na maioria das vezes a gente deseja mudanças, anseia por algo novo, por um resultado promissor, por uma resolução providencial, mas nem sempre, ou nunca, fazemos realmente algo diferente e objetivo para promovermos essas mudanças, ou para vivenciarmos a oportunidade de um novo contexto, com outras perspectivas, novas possibilidades e outras direções. Por isso, por mais tumultuada que esteja uma situação em que nos encontramos, ou por mais difícil que esteja conseguir a solução de um determinado problema, ou até mesmo de um conflito pessoal, não chegaremos a resultados desejáveis se continuarmos arrastando a situação do mesmo modo ineficiente como estamos conduzindo. Às vezes é preciso esvaziar nossos espaços, nossa vida, fazermos uma arrumação, um planejamento, para pensarmos as ações certas que devem ser feitas para que as coisas comecem de fato a se resolverem, para que consigamos obter os resultados que buscamos, e sobretudo, que possamos encerrar os ciclos, finalizando aquilo que não deve mais ser levado adiante, e assim podermos adentrar em novos ciclos, com novas possibilidades, com novas oportunidades e novos horizontes. Às vezes o que precisamos fazer para que novas portas se abram em nossa vida é simplesmente mudar urgente nossas atitudes, fechando as portas que precisam ficar trancadas.
A palavra para hoje é DECISÃO.

Share





Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: