Prezado Flávio Melo

“Aprendi fazer política com a verdade e com princípio ético. Fiquei surpreso quando tive meu nome citado com tamanha importância e um suporto “articulador” das eleições para câmara de vereadores de Bezerros. O texto é tendencioso e inverídico, enviado por alguma fonte com pretensões que passam longe da verdade e como tal, preciso me manisfestar para que isso não tumultue o processo de escolha do novo presidente da casa legislativa de Bezerros. Já que desde que encerrou o pleito estou cuidando de outros projetos que não depende da política local.

Quaisquer vereador eleito está apto a assumir a cadeira de presidente, mas não é com boatos e acusações sem provas, manchando o nome de outras pessoas que o destino político da cidade deve ganhar seus rumos.

Como filiado do PSD e ex-presidente da sigla, torço que o novo presidente da câmara designe um trabalho capaz de limpar a imagem que alguns ainda tentam manter, embora tenham sido recém eleito. Inclusive perdurando comportamentos que já não devem fazer parte da política de Bezerros.

Aproveito para enfatizar que defendo qualquer nome eleito do partido o qual sou filiado na disputa pela presidência, assim como outros partidos o faria, portanto: Manoel de Boas Novas, Ade Motos (nome já levantado), Valmir Neto ou Zé Amaro, os quais detém competência para assumir a cadeira. Essa escolha em nada mudará meu destino político, nem tampouco negociei nada a respeito de espaço como tem sido levantado. Volto a reforçar que medidas como essa em querer ventilar inverdades demonstram que a mudança ora revelada nas urnas, está em risco pelas velhas atitudes de alguns dos futuros legisladores que podem estar por trás desses fatos levantados.

Aproveito a ocasião para dizer que os palanques foram desarmados e que o foco é a cidade, embora tenha tido mais votos que 7 dos vereadores eleitos, respeito a Democracia e as regras eleitorais. Na política precisamos estar preparados para ganhar e perder, torcendo por quem ganhou e respeitando os que perderam”.

Agradeço o espaço,
Sandro Silva

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: