[ad_1]

ef437ab7-a2a1-4a37-b0b6-103f210e7218Se a sociedade não tem escolhido bem os seus representantes, os partidos poderiam contribuir selecionando melhor os seus filiados. É com essa lógica que encaramos as movimentações políticas no PSB de Bezerros, que arregimentou oito dos onze vereadores para a disputa do legislativo municipal. No sentido da articulação política tudo perfeito, mas é que muito desses vereadores fazem um mandato deprimente  aos olhos da opinião pública e mesmo assim se beneficiarão na reeleição devido ao sistema proporcional, que favorece os candidatos com maior poder aquisitivo. Para reeleger os oitos vereadores ( Nivaldo, Tititi, Boi Gordo, Didiu da Laranja, Luiz Carlos, Elissandro, Romero e Mi), seriam necessários (segundo as projeções) uma média de 16 mil votos. Acredita-se que votarão para vereador entre 30 a 32 mil pessoas (votos válidos), que, dividido para o número de vagas na Câmara (15), chega a um quociente por volta de 2000  votos. Essa é a meta necessária para que um partido possa atingir para eleger um representante. Ou seja, a cada dois mil votos somados, o partido ou coligação fará um vereador.  O vereador eleito é justamente o mais votado do partido ou da coligação. No PSB, além dos vereadores citados, engrossarão a cauda eleitoral outros possíveis nomes, como Dael,Pilatos, Zé de Manu, Erivaldo da Carne de Sol, Joseilton da Cohab e Neto de Walmir entre outros.

GOELA ABAIXO

O presidente do PSB de Bezerros, o vereador Nivaldo Santino, respondeu na rede social ao diretor do Bezerros Hoje, Flávio Melo, que afirmou que o PSB de Bezerros ’empurraria de goela a baixo a mesma composição da atual legislatura’. Flávio é um dos filiados ao PSOl Bezerros, que apresenta um projeto independente nestas eleições. Segundo o bogueiro, “o sentimento no PSOl é pela oxigenação da nossa política, impedir que algumas figuras  se mantenham em nosso legislativo de forma descompromissada com as pautas da sociedade. São nomes que a população de Bezerros repudia, mas que, infelizmente, se beneficiam por conta do processo proporcional eleitoral, o que facilita a recondução dos mesmos”.

IMPORTANTE

O vereador e presidente da Câmara Nivaldo Santino colocou em votação a ampliação de vagas no legislativo. Apoiamos a ideia porque isso não representa em qualquer hipótese aumento de despesas nos repasses do executivo para o legislativo.  Mas a qualidade dos vereadores é que é preciso ser analisada. Cabe aos partidos critérios na filiação de pessoas e ao cidadão procurar entender o processo de eleição dos vereadores.

A JUSTIFICATIVA

Para Nivaldo, o “PSB não está empurrando nada goela abaixo. O PSB exerceu, democraticamente, o seu direito de articulação e arregimentou quadros, numa estratégia legal e transparente, como fizeram todos os partidos, inclusive o PSOL. O fato de ter conquistado mais adesão deu-se também porque os outros partidos, aí sim, numa atitude antidemocrática, vetaram o ingresso de vereadores com mandato. Reclamar de quê? Nivaldo completa afirmando que “sempre defendi a oxigenação e a eleição de mulheres, mas isso dependerá sempre do povo. Certamente o PSB, bem como outros partidos ofertarão opções para o eleitor. Não existe eleição garantida pra ninguém  (…) Vale salientar que o aumento do número de vagas possibilitou, concretamente, o ingresso de quatro novos parlamentares, oxigenação de, praticamente, um terço do colegiado.

EM OUTRO CENÁRIO

O vereador Gabeira (PP) disse na emissora de rádio Maria FM que faz parte do grupo do prefeito Branquinho. A afirmativa foi para se contrapor a afirmativa do ex-prefeito Marcone quando fez referência aos cargos que ele deveria entregar antes de se colocar como pré candidato a prefeito. Gabeira retrucou dizendo que não detém no governo cargos de diretoria nem de secretarias e que no momento da entrevista do ex-prefeito Marcone estaria na companhia do prefeito Branquinho acompanhando uma das ações da gestão na educação. A posição de Gabeira se tornou mais evidente depois do embate. Será candidato, caso o filho ex-prefeito, Breno, seja o indicado para a sucessão.

CURTAS

“A população de Bezerros tem consciência política e vai saber diferenciar os parlamentares que tiveram fraca atuação daqueles que se destacaram e deram uma contribuição efetiva na atual legislatura”, do advogado Morghan Pontes, filho do presidente da Câmara Nivaldo Santino.

A população não entendeu as atitude do casal Bete e Dael em está presente no palanque do PSB de Bezerros, dividindo o espaço com Branquinho e com o ex-prefeito Marcone. Fica mais difícil agora acertar um discurso para o palanque. “Todos por Amor a Bezerros”.

O PT de Sapucarana poderia ‘desembargar a nave’ em Bezerros para cuidar mais do processo municipal. A preocupação hoje parece exclusivamente em defesa do governo Dilma. Simpatizantes do PT de Bezerros participaram de mais um evento na capital.

Ridícula a Compesa justificar a prioridade do abastecimento para condomínio de luxo em Gravatá só porque era período da Semana Santa. Bezerros também tem prioridade no carnaval, disse a companhia através dos vereadores.

O PSOL nacional quis saber mais sobre a história da legenda em Bezerros está unida com partidos de direita. Foi informado que a própria comissão retrucou a nota divulgada equivocadamente pela oposição.

O PSL apresenta uma chapa independente para vereador. Uma liderança do grupo nos confidenciou que já acha mais vantagem integrar-se a coligação com o PSB.

O prefeito Branquinho não procura promover a animosidades na relação entre as pessoas e por isso tanta facilidade em agregar pessoas ao seu projeto.

 

[ad_2]

Fonte: Bezerros Hoje / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: