“Não vão” mas o povo foi

Apesar da recomendação do presidente para que as pessoas não fossem as manifestações desse domingo 15/03 por conta do Covid-19, muitas cidades registraram atos pró governo, segundo os organizadores e a mídia independente foram 259 cidades que tiveram atos em apoio ao governo de Bolsonaro.

As hashtags #BolsonaroDay e #DesculpeJairMasEuVou estiveram entres os trending topics dos assuntos mais comentados no Twitter. Os líderes do congressos de certo comemoraram quando o governo “desmotivou” os atos, todavia, não contavam com AUDÁCIA e CORAGEM do brasileiro em sair às ruas mesmo com o alerta de Pandemia do Coronavirus (covid-19) dos órgãos de saúde mundial e nacional.

O povo não se deixou vencer pelo medo e o terrorismo midiático para que as pessoas evitassem aglomerações. O presidente Jair Bolsonaro chegou a sair do isolamento e participou inclusive do ato em Brasília. Muitos manifestantes pelo Brasil compareceram de máscaras muitas delas temáticas com as cores do Brasil e com faixas com os dizeres: “O que mata é a corrupção” outra dizia: “corrupção vírus mortal” além de outros cartazes que também dizia “fora Maia”.

Alguns apoiadores mais devotos chegaram a afirmar que o presidente não deveria ser contrariado na sua recomendação eles esqueceram no entanto, que esse ato não era do presidente e sim um ato do povo para o presidente em favor do governo e em desfavor do congresso que quer travar o governo federal com a velha artimanha da “articulação”. Os manifestantes de hoje fizeram valer o artigo primeiro parágrafo único da constituição que diz: “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou DIRETAMENTE, nos termos desta constituição.” Registre-se aqui nossa admiração e respeito a todos aqueles que saíram de suas casas nesse dia para dizer que quem manda no Brasil é o povo.

Coluna Direita Bezerros

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: