No dia 26 de novembro de 2020 foi criado o COLETIVO AR-TRAM – Coletivo de profissionais do Artesanato e Trabalhos Manuais. Que nada mais é do que um grupo informal, onde encontramos artesãos, profissionais de trabalhos manuais, artistas plásticas e vendedores de artesanato. Durante o levantamento feito no município de Bezerros para lei de emergência cultural Aldir Blanc, ficou evidente a importância desses seguimentos devido à grande quantidade de profissionais envolvidos. Essa informação já teria sido observada em 2018 durante a pesquisa O CARNAVAL SOB A ÓTICA DA ECONOMIA DA CULTURA, projeto realizado com incentivo do Funcultura , como relata o coordenador da pesquisa José Wagner da Silva: “O artesanato se configura como um dos elos mais fortes da cadeia produtiva do Carnaval, agregando uma cadeia produtiva própria, que robustece a cultura de bezerros, reforçando a identidade única da cidade em um círculo virtuoso, mas que precisa de incentivos”. Diversas ações estão sendo planejadas baseadas nos conceitos de economia criativa e cooperação para estimular o turismo em torno dos ateliês, o que tem empolgado os membros do Coletivo Ar-TraM. Como o xilogravurista Givanildo Silva: “O coletivo AR-TraM tem como objetivo difundir a cultura local como artesanato e trabalhos manuais aqui na cidade, e tendo oportunidade já pensa em levar nossas produções pra expor em feiras e outros eventos. É uma iniciativa que visa só o bem estar da classe por tanto não visamos fins lucrativos e sim, promover todos os artistas e trabalhadores que se encaixa na categoria da sua própria sigla: artesanatos e trabalhos manuais”. Além dos debates de temas pertinentes no grupo do WhatsApp, o coletivo realiza reuniões por vídeo conferência, e um dos temas é a necessidade de tirar do papel a tão sonhada feira do artesão, que segundo o senhor José Pedro presidente da Associação dos Artesãos de Bezerros será muito importante para toda a classe, e que em reunião entre o secretário de turismo do município Hugo Pereira e os artesãos foi confirmado que é de interesse da gestão municipal que essa feira aconteça . Atualmente participam do COLETIVO AR-TRAM – Coletivo de profissionais do Artesanato e Trabalhos Manuais : Elisangela Soares, Givanildo Xilogravurista, Leiliane Claudia, Amara Maria, Antônio Alexandre, Bete Gomes, Edson Santos, Emerson Galvão, Flávio Vieira, Iraildo Batista, Maria Janaina, Joseli Menezes, Luciano Pottier, Lucineide Medeiros, Nilton Oliveira, Professor José Roberto, Rizia Santos, Rogério Silva, Silvania Soares, Tony Santos, Vera Lúcia da Silva, Graça Alves, Genildo Souza, Lunas Costa e Carlos Alberto. Para participar basta entrar em contato com Givanildo Xilogravurista ou Elisangela Soares. Por: Lunas de Carvalho Costa

bistrodomatuto

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: