[ad_1]

eduardo_fonteO Brasil acompanhou neste domingo a votação da Câmara de Deputados para dar encaminhamento ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Por maioria dos votos, 2/3 como manda o regimento do processo, a oposição ganhou a batalha e aguarda o posicionamento do Senado, porém as cenas da votação deram  que falar.

Pernambuco foi um dos últimos estados a declarar o voto, dos 25 deputados, 18 foram a favor e 6 contras e uma abstenção. Destaque para Eduardo da Fonte (PP) que tentou “aparecer” querendo colocar o filho para declarar o posicionamento, mas numa das poucas decisões coerentes de Eduardo Cunha, presidente da casa, foi impedido, tendo em vista que o voto deve ser declarado pelo parlamentar, computado e registrado para que não haja depois o argumento, “não foi eu que disse”.

[ad_2]

Fonte: Bezerros Agora / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: