Suspeito de estuprar três sobrinhas e engravidar a de 13 anos é preso em Branquinha, AL

Vítimas denunciaram crimes cometidos pelo tio. Delegado diz que estupro de vulnerável é o crime mais registrado na delegacia da cidade. A Polícia Civil de Alagoas prendeu um homem que é suspeito de estuprar três sobrinhas de cinco, oito e 13 anos em Branquinha, município da Zona da Mata de Alagoas. O tio é suspeito de ter engravidado a sobrinha de 13. A prisão foi divulgada pela polícia nesta quarta-feira (17).
O tio foi preso depois que as sobrinhas denunciaram os crimes.
De acordo com a polícia, as investigações mostraram que os estupros ocorriam na casa dos pais das vítimas, mesmo local em que o tio por parte de mãe das meninas estava morando.
Depois de colher as provas, o delegado de Branquinha, Sidney Tenório, pediu a prisão do homem para a Justiça. E a juíza Emanuela Porangaba decretou a prisão.
O delegado Sidney Tenório disse que o homem pode pegar até 45 anos de prisão pelos crimes.
“A adolescente foi estuprada mais de uma vez o que acarretou a gravidez. As irmãs menores foram vítimas de outros atos libidinosos, também considerados crime de estupro de vulnerável”, disse o delegado.
O delegado de Branquinha disse que o crime mais registrado na Delegacia de Branquinha é o de estupro de vulnerável.
“Praticamente todas as semanas instauramos inquéritos para apurar estes fatos que nos chega principalmente pelo Conselho Tutelar. Geralmente conseguimos prender os autores, mas é necessário que seja feita uma política de conscientização para que se evite novas vítimas”, contou o delegado Sidney Tenório.
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
Alemanha multará pais que não vacinarem filhos contra o sarampo

Alemanha multará pais que não vacinarem filhos contra o sarampo


Caso seja ratificada pelo parlamento, medida deverá entrar em vigor em março. Mulher é vacinada contra sarampo, rubéola e caxumba em Nova York
Seth Wenig/AP Photo
O Conselho de Ministros da Alemanha aprovou nesta quarta-feira (16) a imposição de multas de até 2,5 mil euros aos pais que não vacinarem seus filhos em idade escolar contra o sarampo.
Brasil confirma 426 casos de sarampo em 2019; números disparam em SP
A decisão, que entra em vigor em março do ano que vem se for ratifica pelo parlamento, obriga também a vacinação dos menores em centros de refugiados e contempla inclusive a exclusão do direito de frequentar creches para as crianças não vacinadas.
“Queremos dentro do possível evitar que todas as crianças contraiam o sarampo. Porque o sarampo é altamente contagioso e pode ter uma evolução muito prejudicial, às vezes fatal”, disse o ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn.
Segundo números oficiais, no ano passado foram registrados na Alemanha um total de 543 casos de sarampo e neste ano já são mais de 400.
A decisão do Conselho de Ministros ocorre em um momento em que diversos grupos na Alemanha e em grande parte da Europa questionam a importância das vacinas.
Os sintomas do sarampo, doença que pode matar e voltou a assustar no Brasil
Um encontro com pais que não querem vacinar seus filhos
Jovem morre após trocar tiros com arma roubada de PM em Cubatão, SP

Jovem morre após trocar tiros com arma roubada de PM em Cubatão, SP


Caso aconteceu durante um patrulhamento da Polícia Militar pelo bairro Sítio Capivari em Cubatão, SP. Arma teria sido furtada, em 2014, da casa de um policial militar de São Paulo. Policiais apreendem drogas e arma de fogo roubada em Cubatão, SP
Divulgação/Polícia Militar
Um adolescente morreu após trocar tiros com a Polícia Militar em Cubatão, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo G1, a arma que o jovem utilizava havia sido roubada em 2014, da casa de um policial militar de São Paulo. As informações foram confirmadas pela PM na manhã desta quarta-feira (17).
O caso aconteceu durante um patrulhamento da equipe da PM pelo bairro Sítio Capivari, em Cubatão, no litoral de São Paulo. De acordo as autoridades, o suspeito tentou fugir ao avistar a viatura policial. No entanto, após ser abordado, o jovem de 16 anos começou a disparar contra os soldados da PM, que revidaram o ataque.
Em meio à troca de tiros, o suspeito foi atingido pelos policiais. Ele chegou a ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital Municipal de Cubatão. Porém, ele não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.
Com o criminoso, os policiais localizaram mais de 150 porções de cocaína, um aparelho celular e cerca de R$ 40 em espécie, além de uma arma de fogo, uma pistola de calibre .40, acompanhada por 10 munições intactas.
Após pesquisarem a numeração da pistola, os policiais descobriram que se tratava de uma arma de fogo, roubada em 2014 de um policial militar de São Paulo. Na ocasião, o equipamento havia sido furtado da residência do soldado, que registrou a ocorrência na Delegacia de Polícia do bairro Vila Jacuí, em São Paulo.
Além das drogas e da arma de fogo apreendida, a ocorrência foi encaminhada e registrada na Delegacia de Polícia Sede de Cubatão. A Polícia Civil do município investiga, agora, as circunstâncias do roubo da arma de fogo e como o adolescente a adquiriu.
Caso foi encaminhado para a Delegacia Sede de Cubatão, SP
Mariane Rossi/G1
Setrab divulga 145 vagas de emprego nesta quarta-feira (17), em Manaus

Setrab divulga 145 vagas de emprego nesta quarta-feira (17), em Manaus


Distribuição das senhas começa às 7h. Posto Setrab fica em galeria na Avenida Djalma Batista
Divulgação/Setrab
A Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab) disponibiliza 145 vagas de emprego nesta quarta-feira (17). Os interessados devem comparecer na sede da Setrab, na Avenida Djalma Batista, 1.018.
A distribuição das senhas começa às 7h, e o atendimento acontece a partir das 8h. Os candidatos devem estar com os documentos originais e cópia do RG, CPF, PIS, CTPS, comprovantes de residência e escolaridade.
Veja as oportunidades:
1 VAGA: ANALISTA DE PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO
Escolaridade: Ensino Superior completo (área de engenharia, logística ou administração)
Experiência: 2 anos em CTPS.
Obs.: Experiência em elaborar plano produtivo com base em demandas comercias, apontar e reportar as áreas de apoio, emitir relatórios e apurar indicadores.
6 VAGAS: BARBEIRO (A)
Escolaridade: Ensino Fundamental completo
Experiência: Com ou sem experiência
OBS.: Experiência na área, com curso de barbeiro, cabelereiro e calorimetria, possuir material próprio.
130 VAGAS: ENFERMEIRO (A)
Escolaridade: Ensino Superior completo (Enfermagem)
Experiência: 1 ano em CTPS;
Obs.: Experiência em UTI com titulação.
7 VAGAS: AUXILIAR DE LIMPEZA (PCD)
Escolaridade: Ensino
Fundamental completo
Experiência: 6 meses
Obs.: Proativo, comunicativo e com disponibilidade para trabalhar com esforço físico e com limpeza em geral. Tipo de deficiência: auditivo, fala e visão leve.
1 VAGA: SOLDADOR DE OXI-GÁS (PCD)
Escolaridade: Ensino Médio completo
Experiência: 6 meses em CTPS
Obs.: Experiência na função e com curso de oxi-gás.
Curso técnico em mecânica, elétrica, eletrônica ou mecatrônica (diferencial). Tipo de deficiência: Físico leve.
Caminhão bate em muro e motorista tenta fugir no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza

Caminhão bate em muro e motorista tenta fugir no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza


Passageiro do veículo afirmou que ele e o condutor passaram em um bar antes do acidente acontecer. Motorista do veículo estava com sinais de embriaguez e foi conduzido para a delegacia.
Rafaela Duarte/ Sistema Verdes Mares
Um motorista tentou fugir após bater o caminhão em um muro na Avenida Doutor Theberge, no Bairro Cristo Redentor, em Fortaleza, na noite desta terça-feira (16). Segundo o passageiro do veículo, momentos antes do acidente ele e o condutor haviam ido a um bar.
De acordo com a Polícia Militar, Adriano Araújo Ferreira foi capturado por uma composição do moto patrulhamento da Força Tática do 20º Batalhão, que passava pelo local.
A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) foi acionada, mas Adriano Araújo se recusou a fazer o teste do bafômetro. O suspeito chegou a negar que estivesse conduzindo o veículo, mas foi reconhecido pelos policiais que fizeram a abordagem ao caminhão e por testemunhas. Ele apresentava sinais de embriaguez.
O motorista e o passageiro foram encaminhados para a delegacia plantonista. O condutor poderá ser autuado.
Transformação e inovação nas escolas: o que esperar do futuro?

Transformação e inovação nas escolas: o que esperar do futuro?


Iniciativas criam novas abordagens e abrem caminhos, transformando a experiência de alunos e professores. Movimento e constante transformação marcam os dias atuais. O modo como interagimos uns com os outros e com o mundo é completamente diferente de alguns anos atrás. Totalmente influenciados pelas novas tecnologias, chegamos a um ponto de virada na história, em que a automação em larga escala cresce e novas profissões estão surgindo.
De acordo com um estudo do Fórum Econômico Mundial de 2018, 65% da crianças que estão começando a estudar hoje ocuparão uma função completamente nova no futuro, que ainda nem existe. O que nos leva a pensar sobre como as instituições de ensino estão se comportando diante dessas mudanças. Será que nossos professores, coordenadores e gestores públicos estão preparados para mudar radicalmente sua forma de ensinar e gerir, levando em consideração a transdisciplinaridade do conhecimento e a preparação do aluno para a vida ?
Tanto a sociedade quanto o próprio sistema educacional estão acostumados a um ensino muito centrado na figura do professor, no qual os alunos não aproveitam todo o seu potencial de ação e proatividade, ou seja, apenas recebem o conteúdo. Mas existem iniciativas que estão criando novas abordagens e abrindo novos caminhos, transformando a experiência de alunos e professores.
Bons exemplos
O jornalista André Gravatá, coautor do livro “Volta ao mundo em 13 escolas”, viajou por uma série de países, como Argentina, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra e Suécia, para conhecer iniciativas dentro das escolas; O que mais o impressionou foi redescobrir, ao longo das mais de 300 entrevistas que realizou, o quanto são criativas e potentes as iniciativas que já acontecem no Brasil.
De acordo com André, nosso país não precisa olhar para fora para encontrar exemplos de projetos educacionais transformadores. “No Cieja Campo Limpo (Centros Integrados de Educação para Jovens e Adultos), mais de mil jovens e adultos convivem numa proposta que dialoga muito com o território onde a escola está situada, no Capão Redondo, em São Paulo. É uma escola cujo portão está aberto o tempo inteiro, em que os projetos desenvolvidos aproximam diferentes áreas do conhecimento e se desdobram em intervenções”, conta.
Outra iniciativa citada por André é a do CPCD (Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento) de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. Lá, a educação atua em várias frentes e mapeia os saberes, fazeres e memórias do território. “A partir das descobertas, nascem inúmeras tecnologias sociais, que se tornam práticas para potencializar a aprendizagem e também para afirmar a sustentabilidade e a economia criativa dos territórios”, explica André.
Humanidade, sustentabilidade e consciência ambiental
Quando falamos em transformação, não podemos deixar de lado as questões ambientais, como as mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global e o sistema de consumo infinito. A consultora em sustentabilidade, Eliza Hostin, acredita que esses temas têm se tornado cada vez mais presentes dentro e fora do meio acadêmico. “É fundamental refletir sobre quais competências nos tornam ainda mais humanos e permitem florescer nosso potencial e quais competências um ser humano precisa para viver de forma autônoma. Estou falando de inteligência emocional, espiritualidade, consciência ambiental (entendimento do homem como parte da natureza e não um ser isolado desse sistema), habilidades interpessoais (comunicação não-violenta, gestão de conflitos, colaboração, vida em comunidade), inteligência financeira, artes e habilidades manuais. O ensino linear já não é mais suficiente para o mundo complexo em que vivemos”, defende.
Dentro desse contexto, Eliza cita as iniciativas do Projeto Âncora, em Cotia (SP) e a Cidade Escola Ayni, em Guaporé (RS), ambas apostando no desenvolvimento social aliado à aprendizagem para formar cidadãos conscientes de suas capacidades.
O que esperar do futuro da educação?
Tanto André quanto Eliza acreditam que a educação deve priorizar e incentivar mais as potências individuais dos alunos, dando-lhes voz ativa e os instigando a reconhecer seus propósitos. “Teremos a possibilidade de retornar para o que realmente importa – como cada um traz sua contribuição única e insubstituível – para criar um mundo onde todos tenham voz e vez”, comenta Eliza.
“É fundamental que, coletivamente, a gente valorize ainda mais as escolas e projetos de educação espalhados pelo Brasil onde a escuta, a empatia, a criatividade e a autonomia não são apenas palavras bonitas no discurso mas sim práticas cotidianas”, ressalta André Gravatá.
Outro ponto que o jornalista considera ser fundamental nestes tempos de transformação é a inserção do empreendedorismo nas escolas. “Seria interessante que os jovens descobrissem já na escola a diversidade de caminhos a partir de projetos que eles mesmos desenvolvam, experiências que vivam no corpo, em que atuem em diferentes papéis, com reflexão e prática caminhando lado a lado”, sugere.