Sobre a inventada “ausência” de Cultura

Sobre a inventada “ausência” de Cultura


Certamente você já deve ter ouvido alguém falar que “Fulano não tem cultura” ou “qual a cultura que aquela música transmite?”. Pois bem, como bem aculturados que fomos, pelos portugueses, imigrantes, e os seus respectivos valores, acabamos caindo no grande erro de querermos julgar a cultura alheia a partir da nossa.

Na sociologia, chamamos esta prática de etnocentrismo- quando alguém julga ser sua cultura superior em detrimento de outra. Porém, tudo e todos somos expressões culturais. Do ouvinte da MPB ao Funk carioca existe cultura permeando da criação da letra até a forma de se portar socialmente. Os valores estão imbricados nos vários contextos e nas construções e relações sociais.

Para o morador da periferia, o rap, o funk, o technobrega, por exemplo, transmitem cenas do seu cotidiano, suas lutas, revoltas, desejos, estilo de vida. Por outro lado, aqueles que  não se identificam com tais gostos musicais, reconhecem seus valores a partir de outros vieses. Mas isso não o Faz melhor nem pior do que o primeiro. Ambos têm cultura e sob este aspecto são iguais e se devem respeito.

O conceito oposto ao de etnocentrismo é o chamado relativismo cultural, ou seja, se cada um tem sua forma de se expressar culturalmente cabe a parte alheia relativizar ou não pré- julgar como certo ou errado. Apenas respeitar.

Adotar práticas como a do relativismo cultural nos faz ser mais tolerantes e nos ensina novos conceitos e perspectivas (para quem se permite a). Apesar dos exemplos seres musicais isso se estende a toda e qualquer forma de expressão cultural.

Mais relativismo!

Mais cultura!

E menos preconceito!

Share



CÂMARA DISCUTE TRANSPORTE UNIVERSITÁRIO EM AUDIÊNCIA PÚBLICA

CÂMARA DISCUTE TRANSPORTE UNIVERSITÁRIO EM AUDIÊNCIA PÚBLICA


Audiência pública foi realizada no final desta manhã e tratou sobre o transporte gratuito dos universitários. Vários estudantes se fizeram presentes.
O vereador Gabeira fez a proposição da medida. O prefeito em exercício, Breno Borba, o secretário de Governo Josevânio Miranda, representantes da imprensa e o vereador Eliel compuseram a mesa das autoridades.

Share





Bezerros volta a elite do futsal pernambucano

Bezerros volta a elite do futsal pernambucano


A ABF/Radar fará a estréia no Campeonato Pernambucano de futsal sub-20 no domingo (20/08). A disputa será contra a equipe de Catende e acontece na quadra na quadra do Colégio Radar. Quatorze equipes disputam o pernambucano, entre as elas a do Sport, atual campeã brasileira.

Share





COMPESA INICIA RETIRADA DE CAIXAS D´ÁGUAS EM BEZERROS

COMPESA INICIA RETIRADA DE CAIXAS D´ÁGUAS EM BEZERROS


Em nota divulgada na rede social, o gerente da Compesa local, João Paulo Alencastro, anunciou a retirada das caixas d’ águas que alimentaram os chafarizes durante a crise no abastecimento d’  água de Bezerros.

Após o enfrentamento de uma crise sem precedentes, a qual todos (Compesa e população), tivemos uma dura batalha para superar, chega o momento do retorno à normalidade.

Hoje com mais capacidade de tratamento e com as abençoadas chuvas, iniciamos a retirada das caixas de abastecimento (Chafarizes), que de forma emergencial deram suporte para que pudéssemos atender ao mínimo da necessidade de nossa população.

A crise que perdurava passou!!!

Mais nada retira a nossa responsabilidade de mantermos os nossos mananciais cheios e a prudência no uso por parte da população. Apenas agindo em conjunto poderemos evitar um cenário parecido com o que passamos.

Juntos podemos preservar nossa maior riqueza. A água!!!

Compesa – Transparente como tem que ser.

Share





Compesa anuncia melhorias no abastecimento

Compesa anuncia melhorias no abastecimento


O gerente da Compesa de Bezerros,  João Paulo, e o secretário de Governo Josevânio Miranda, anunciaram à redação a diminuição do calendário de bastecimento da cidade. O presidente da Compesa, Roberto tavares, a pedido do governador Paulo Câmara, acompanhou o andamento da obra de ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) Bezerros e, também, para anunciar a redução no calendário de abastecimento da cidade.

A população já estava recebendo mais água nas torneiras em fase de testes e, agora, está em vigor o novo rodízio, com uma redução de 18 dias no intervalo sem água. O novo rodízio estabelece três ou quatro dias com água por semana, dependendo do bairro. Antes, o intervalo era de 26 dias.

Dessa vez, a melhoria na distribuição de água não se deve apenas às chuvas, é resultado da soma de dois fatores. A Barragem Brejão, localizada em Sairé e principal manancial que atende Bezerros, atingiu sua capacidade máxima de acumulação (1,6 milhão metros cúbicos), e está vertendo. Mas o aumento da produção de água só foi possível porque a companhia conseguiu antecipar os benefícios da obra na ETA, que está 50% concluída, mas já permitiu dobrar a vazão de água tratada – de 80 para 160 litros de água, por segundo.

A ETA Bezerros recebe o investimento de R$ 8,5 milhões feito pelo Governo do Estado através da Compesa, em parceria com o Governo Federal. A estação está sendo modernizada e ampliada. Terá sua capacidade de tratamento aumentada para 370 l/s, com a construção de novas unidades de filtração, adaptações no canal de chegada de água bruta e na unidade de decantação, além da implantação de novas instalações para desinfecção.

A previsão é que a obra seja concluída em dezembro deste ano. “Embora essa obra ainda não tenha sido finalizada, fizemos um planejamento para aumentar o volume de água tratada na ETA, antecipando o uso das unidades de floculação e os decantadores, que já estão prontos”, esclarece Roberto Tavares, pontuando que a ampliação da ETA foi planejada pensando na contribuição de água que Bezerros receberá, no futuro, da Adutora do Agreste e da Adutora de Serro Azul.

Bezerros entrou em colapso em janeiro deste ano, quando a Barragem Brejão chegou ao seu volume morto. Nesse período, o Governo do Estado e a Compesa executaram a obra emergencial da Transposição do Rio Sirinhaém, no município de Barra da Guabiraba, para o Sistema Brejão, o que possibilitou o retorno da distribuição de água pela rede, no final de março.

Brejão teve uma excelente recuperação ao longo do período de inverno e também voltou a fornecer água para Bezerros, no mês de junho. “A partir do momento que Brejão parar de sangrar, voltaremos a utilizar a água da Transposição do Rio Sirinhaém para abastecer a cidade, como medida de preservação da vida útil da barragem. Brejão cheia é uma segurança para enfrentamos o próximo período de seca”, explica o presidente da Compesa.

Da Assessoria