[ad_1]

Vendedor e servente de obras tiveram maior número de desligamentos. PE e Brasil também registraram índices negativos, segundo o Caged.
Em janeiro deste ano o número de demissões foi maior que o de admissões em Caruaru, Agreste de Pernambuco. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), durante o mês foram registradas 1.392 contratações diante de 1.848 demissões, o que resultou na redução de 456 empregos.
Na microrregião onde o município está localizado – o Vale do Ipojuca – houve uma queda de 396 empregos. No primeiro mês do ano, conforme consta nos dados do Caged, 2.148 pessoas foram admitidas, enquanto 2.544 foram demitidas.
Em Caruaru, as ocupações que registraram maior índice negativo e foram as de vendedor de comércio varejista e servente de obras. Um total de 135 e 83 vagas de emprego formal foram reduzidas no período, respectivamente. A de vendedor obteve 150 admissões diante de 285 demissões, enquanto a de servente registrou 37 contratações e 120 desligamentos.
No municípios, as ocupações que mais admitiram foram a de operador de máquinas de fabricação de doces, salgados e massas e a de auxiliar de escritório. Na primeira, houve 77 contratações diante de sete demissões. Na segunda, 91 admissões e 61 desligamentos. No total, houve um valor positivo de 70 e 30 empregos gerados, respectivamente.
Pernambuco e Brasil
No estado, o Caged registrou uma queda de 13.410 empregos durante o mês de janeiro. Foram 28.648 admissões e 42.058 desligamentos. No país 1.205.040 empregos foram gerados, enquanto 1.304.734 pessoas foram demitidas, o que resultou na redução de 99.694 postos de trabalho.
Fonte: G1 image

[ad_2]

Fonte: Portal Bezerros / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: