A Secretaria Estadual de Saúde investiga a primeira morte por sarampo de Pernambuco em 2019. Um menino de 7 meses, residente em Taquaritinga do Norte, no Agreste, morreu com suspeita da doença. A Vigilância Epidemiológica da IV Gerência Regional de Saúde (Geres) e do nível central da SES já estão investigando o caso e irão encaminhar as amostras laboratoriais da criança para análise, com o intuito de confirmar ou descartar a hipótese.

A SES-PE recebeu da Fiocruz, no Rio de Janeiro, até a manhã desta segunda-feira (19), cinco resultados laboratoriais positivos para sarampo de residentes em Pernambuco. Quatro casos estão relacionados a pacientes que participaram de uma excursão para Porto Seguro, na Bahia, entre o final de junho e início de julho, e que tiveram contato com um paciente positivo de São Paulo.

De acordo com a SES-PE, o quinto caso é de um adolescente de 18 anos de Taquaritinga do Norte, notificado em 30 de julho. Com isso, até o momento, são dois casos confirmados no Recife, dois em Caruaru e um em Taquaritinga do Norte.

“Desde a semana passada, passamos a vacinar as crianças a partir dos 6 meses em 9 municípios, para ampliar nossa rede de proteção, e continuamos com doses para atender a população de 1 ano até os 49 anos em todo o Estado. A vacina é gratuita e a medida mais eficaz para evitar que haja a reintrodução do vírus da doença em nosso Estado”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Notificações

Este ano, a secretaria recebeu 219 notificações de casos suspeitos de sarampo, com 84 descartes, cinco confirmações e os demais em investigação. Do total, 146 (66%) foram notificadas nas semanas após o caso relacionado a Porto Seguro.

A notificação desses casos é importante para garantir o acompanhamento da possibilidade de circulação do vírus da doença no estado.

Em 2018, das 213 notificações, 209 foram descartadas e quatro, confirmadas. Todas elas foram relacionadas a um paciente com histórico de viagem para Manaus (AM), área com circulação do vírus na época.

Em 2017, foram 45 notificações. Em 2016 o estado fez 39 registros, mas todos foram descartados.

Fonte: G1 Pernambuco

Crianças de seis meses a um ano devem ser vacinadas contra o sarampo em Bezerros e oito cidades

%d blogueiros gostam disto: