[ad_1]

aeUm dos erros mais frequentes que cometemos diante dos nossos “sofrimentos” é nos lamentarmos indignadamente, ou até nos revoltarmos contra o mundo, e indagarmos a Deus, como se estivéssemos lhe cobrando por nossas culpas e por nossos fardos. A maioria dos sofrimentos que passamos tem uma “razão” de ser, porque são consequências de nossos próprios atos e de nossas escolhas, ou então surgem em nosso caminho como um obstáculo para nos tirar da zona de conforto, e testar nossa habilidade de resistência e de resiliência, e sobretudo, para nos “ensinar” muito do que ainda não sabemos ou que não compreendemos. O “sofrimento” na maioria das vezes é uma porta para evoluirmos, pois é através da “dor” que nos lapidamos, nos reconstruímos, e nos fortalecemos. Somente quando “doemos” diante da vida, é que “percebemos” a importância que certas coisas, e certas pessoas tem, é quando “compreendemos” o valor das conquistas que já obtivemos, o quanto temos para agradecer e louvar, e o quanto nossa vida é valiosa, mesmo cercada de tantas limitações e obstáculos. Nenhum “sofrimento” é completamente em vão, seja ele causado por nós mesmos ou não, e seja ele por motivos de conflitos de relacionamentos, por perdas irreparáveis, por dúvidas e medos, por dificuldades financeiras, por problemas de saúde física ou espiritual, ou mesmo por instabilidade profissional, entre outros tantos motivos. Nossas “dores” são “oportunidades” de restauração, de renovação, e de recomeços, elas são como uma forte e repentina chuva, que molha tudo quando chega, e embora cause alguns danos, lava muitas coisas que precisavam de limpeza, leva com suas águas muitas outras que precisavam ser jogadas fora, e ainda deixa a terra pronta para ser semeada, e as plantações em condições para florescer e dar frutos. Portanto, aprendamos a não nos rendermos diante de nossas dores, de nossos sofrimentos e das dificuldades, pois tudo passa, e o que mais vai “importar” quando tudo passar, é o que podemos absorver como lição.
A palavra para hoje é APRENDIZADO.

Enviado por:Redator

[ad_2]

Fonte: Bezerros Hoje / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: