APESAR DE CAMPANHAS PARA A PRESERVAÇÃO DAS  POUCAS ÁRVORES QUE AINDA RESISTEM NOS BAIRROS E NO CENTRO DA CIDADE., MESMO ASSIM LAMENTAVELMENTE OBSERVAMOS A  IGNORANCIA DE CIDADÃOS QUE AGRIDEM ESTA NOSSA PROTETORA AMBIENTAL. É DE SE LAMENTAR QUE AINDA NÃO EXISTA POSTURA MUNICIPAL  QUE PROIBA ESTA PRÁTICA DANOSA AS NOSSAS CALÇADAS  E  AOS TRANSEUNTES QUE CIRCULAM EM NOSSAS RUAS. NÃO  EXISTE UMA PUNIÇÃO EM MULTAS E PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS  QUE INIBAM TAIS PRATICAS. O FATO MAIS DEPRIMENTE É QUE DETERMINADOS PROPRIETÁRIOS TENHAM A CONCEPÇÃO DE QUE A ÁRVORE  QUE ESTÁ EM FRENTE SUA CASA  LHE PERTENÇA EXCLUSIVAMENTE.  ASSIM PENSANDO MANDAM CORTA-LAS  A SEU BEL PRAZER E VONTADE, POREM É  PRECISO QUE A FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL  E O CONTROLE URBANO E OS PRÓPRIOS CIDADÃO  DO BEM  COIBAM TAL PRATICA PUNINDO AS PESSOAS QUE EXERCEM ESTA PROFISSÃO  AMBULANTE: DE CORTADOR DE ÁRVORES DAS RUAS. E QUE SEJAM RESPONDABILIZADOS OS MANDANTES DE  TAL PRATICA.               

Edgar Lino Ferreira

Powered by WPeMatico

%d blogueiros gostam disto: