[ad_1]

erÉ realmente desmotivador a trajetória pelos “caminhos da espera”, pois o “tempo” diante de seus alargamentos nos massacra, e embora nos inspire tantas vezes a criar expectativas sobre positivas possibilidades, também nos deprime, nos angustia, nos desaponta, nos enfurece, e tudo porque não compreendemos ou não aceitamos os “atrasos” diante do nosso tempo. É dificílimo manter a “serenidade” perante situações e frutos que estamos aguardando ansiosamente há tanto tempo. É desgastante não vermos nossas perspectivas se edificando como projetamos, e nossos esforços não obtendo resultados no tempo que planejamos. Por isso, renovar as esperanças a cada novo dia não é fácil, porque há dias que nossas forças parecem está perdendo a intensidade, e nossa positividade diária muitas vezes perde a motivação diante das limitações, e dos “nãos” que podam as nossas asas. Mas, apesar das constantes “dificuldades” que encontramos diante do nosso tempo, diante de um tempo de decepções e de ansiedade, de angústias e de esperas, e de fracassos e de provações, temos que “confiar” acima de tudo, porque não estamos sozinhos e nem abandonados ao acaso, Deus nos prepara um “tempo de recompensas”, pois diante do tempo dEle, todo aquele que semeia, um dia colherá.
A palavra para hoje é PACIÊNCIA.

Enviado por:Redator

[ad_2]

Fonte: Bezerros Hoje / Clique aqui e veja essa e outras notícias.

%d blogueiros gostam disto: