‘Se me deixarem voltar” – Bezerros Hoje

‘Se me deixarem voltar” – Bezerros Hoje

[ad_1]

Já há certo ‘clima’ no meio político a insistente especulação sobre a renúncia do prefeito Branquinho (PSB), que se licenciou por uma recomendação do seu médico. O chefe do executivo municipal chegou a justificar o burburinho antes da sua licença de 30 dias, a qual já foi devidamente cumprida. Registrou o site há um mês: “certa vez o governador teria afirmado que o chamaria para a sua equipe e que deu sinal positivo à proposta’. No entanto, disse o prefeito, isso não aconteceu e nessa altura do campeonato acha difícil. Branquinho garante que sua ida para o governo estadual teria que está atrelada a tranquilidade da função e que não vislumbra isso em possíveis cargos na gestão Paulo Câmara’”.

Como se ver, o prefeito se licenciou por recomendações médicas e promenteu retornar ao posto, salvo algo que ele mesmo não acreditava mais- um convite para o governo do Estado. Até hoje não houve novidades sobre uma nova proposta.

Em um encontro com secretários na capital na semana passada, o prefeito teria voltado a tocar no assunto falando novamente na possibilidade. Teria ainda dito que confia no seu vice-prefeito e que o seu desejo é fazê-lo prefeito de Bezerros.

No início desta semana Branquinho esteve no município onde prestou solidariedade à família de uma liderança política que faleceu em Encruzilhada. A sua ausência poderia ser facilmente justificada por razões médicas, mas o prefeito fez questão de se fazer presente. Na ocasião voltou a ser ‘bombardiado’ por lideranças sobre se renunciaria de fato a prefeitura de Bezerros. “Se me deixarem voltar”, disse em tom exclamativo, segundo revelou uma fonte. Em conversas que se seguiu também teria informado que viajaria a Fortaleza para um encontro com um empresário que estaria interessado em investir no município. A redação confirmou que o prefeiro viajou à capital do Ceará, mas não teve informações sobre a sua real agenda.

No município, blogs e perfis da internet voltaram a lançar suspense sobre a efetiva titularidade do vice Breno no cargo de prefeito. Como o site já evidenciou, não há como disfarçar a ansiedade do grupo ligado ao vice-prefeito para que isso aconteça o quanto antes, o que deve está provocando certa pressão psicológica que só atrapalha. Já o vice-Breno, que está no cargo de prefeito por conta da licença de Banquinho, se mantém discreto em relação ao tema.

Share

[ad_2]
Fonte: Bezerros Hoje

APÓS 30 DIAS, BRENO BORBA VIVE EXPECTATIVA DE ASSUMIR DE VEZ A PREFEITURA 

Quem acompanha o cenário…

APÓS 30 DIAS, BRENO BORBA VIVE EXPECTATIVA DE ASSUMIR DE VEZ A PREFEITURA Quem acompanha o cenário…

[ad_1]

APÓS 30 DIAS, BRENO BORBA VIVE EXPECTATIVA DE ASSUMIR DE VEZ A PREFEITURA

Quem acompanha o cenário político local sabe o impasse que a município vive sobre quem será o prefeito a partir de agora. Severino Otávio, o popular Branquinho, ficou 30 dias afastado por força e um atestado médico e os rumores são que ele não voltaria mais, deixando o vice-prefeito Breno Borba com a missão de comandar o município.

Enquanto o desfecho não acontece, as redes sociais repercutem o assunto e os internautas fazem análises sobre a situação. Pelo que se vê, grande parte dos populares “torce” para a efetivação de Breno, o que daria uma oxigenada no cenário atual, com mudanças necessárias e intervenções importantes.

O Blog Bezerros Agora, por exemplo, abordou o assunto, evidenciando o momento vivido pelo vice-prefeito Breno Borba. A repercussão tem sido quase unânime em torno do nome de Breno, que a cada dia tem agregado mais lideranças políticas do cenário atual.

Confira:

“BRENO BORBA É BRENO BORBA”

Bastou 2019 começar para uma expectativa pairar a cidade. O vice-prefeito Breno Borba assumirá de vez a prefeitura e montará as suas estratégias políticas e administrativas ou não? Por enquanto, o jovem político busca inspiração ao lado do seu pai, o médico Marcone Borba, experiente ex-prefeito de Bezerros/PE. Articulado, Breno também tem ao seu lado vários secretários e lideranças políticas do município.

Breno sempre ocupou e respeitou a sua posição de vice-prefeito da cidade. Buscou limitar-se nas suas decisões, estando sempre à disposição de Branquinho, que por essas e outras atitudes passou a admirá-lo. Ao mesmo tempo que respeita os limites de sua função, é bom destacar que Breno é Breno. Embora aceite e sempre tenha demonstrado que o decreto final é do prefeito, tem suas vontades e seus desejos que devem ser colocados em prática caso venha a assumir de fato a prefeitura.

Mesmo sendo o sucessor natural de Branquinho nas próximas eleições, Breno Borba não tem se preocupado com a política, mas sim em falar a verdade e tratar bem as pessoas, algo que herdou de seu pai, doutor Marcone Borba.

(Feed generated with FetchRSS)

[ad_2]

Fonte: Bezerros 24h .