Na manhã desta quarta-feira (02), os médicos responsáveis pelo reimplante da mão do zelador Valdeci Pereira Cruz, 53, concederam uma coletiva de imprensa no SOS Mãos, na Ilha do Leite, área Central do Recife, referência neste tipo de procedimento, para trazer maiores detalhes da cirurgia – considerada exitosa – e demonstrar o avanço na recuperação do paciente. O zelador teve a mão esquerda decepada por dois rapazes durante uma tentativa de assalto na madrugada desta sexta-feira (27), quando se dirigia para o prédio onde trabalha no bairro Porto da Madeira, Zona Norte do Recife.

ESTADO DE SAÚDE

O quadro de Valdeci é estável e não há nenhum sinal de infecção no membro reimplantado, segundo o cirurgião que comandou o procedimento, José Veríssimo. “Quanto maior o membro, mais rápido deve ser o atendimento”, destacou o especialista. “Fomos avisados que estava sendo feita a transferência do paciente e nos deslocamos ao SOS Mãos, onde foi preparado todo o centro cirúrgico e ficamos no aguardo para o início do procedimento”

Após 6 horas de uma cirurgia bastante meticulosa, os médicos José Veríssimo e Lécia Lima conseguiram reimplantar a mão do paciente. Para o procedimento ser efetivo, foi necessário o religamento de duas artérias e três veias. O primeiro passo foi o ligamento dos ossos, que deu estabilidade para o início das reconexões das artérias, depois das veias. A partir daí, o membro amputado já estava devidamente irrigado e começou a parte de ligamento dos tendões e por último dos nervos.

Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: