O protesto dos moradores de Sapucarana, que interditou a BR-232 no último domingo (3), trazia  pautas importantes como o abastecimento d´água e o acesso à comunidade pavimentado.  O movimento acabou ganhando repercussão negativa no legislativo de Bezerros, onde alguns vereadores condenaram a forma da manifestação que prejudicou aqueles que trafegavam pela BR-232.  O vereador Luiz Carlos, que é representante da comunidade, foi o mais combativo e taxou os líderes do movimento de opositores, imbecis e palhaços. O vereador garantiu que tudo está sendo encaminhado, inclusive chegou a informar sobre a construtora COSANPA, que teria ganho a licitação para a construção da rodovia. Quanto ao abastecimento da comunidade, o mesmo vereador informou que pessoas da Compesa tem visitado o sistema em busca de solução. Nenhum prazo foi mencionado para a resolução dos problemas.

HISTÓRICO: O governador Paulo Câmara esteve na comunidade em plena eleição de 2016 assinando a intenção de abertura da licitação da rodovia PE 119, que liga Camocim de São Félix a BR-232, via Sapucarana. Como o tempo foi passando e o tema caindo no esquecimento, os moradores partiram para fazer a cobrança de forma mais contundente, através dos protestos.  O Governo de Pernambuco chegou a lançar a licitação da rodovia, mas obedecendo a recomendação do TCE, que identificou algumas incongruências, cancelou o processo. A rodovia custava 26 milhões de reais e com os ajustes passou a apresentar um valor de 25 milhões. Notificada pelo Tribunal de Contas, a Secretaria acatou as recomendações. Um novo edital, contemplando as recomendações do TCE, foi republicado no Diário Oficial do Estado em 26/08. O Bezerros Hoje não conseguiu identificar a publicação do resultado da nova licitação, que segundo o vereador, teve como empresa vencedora a construtora COSANPA.





Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário:

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here