“Por que as vozes são diferentes?” Alexandre Enoki cita que a voz é uma característica tão exclusiva, que até gêmeos idênticos possuem vozes diferentes. Inúmeros fatores determinam essa variação, entre eles o comprimento e espessura das pregas vocais e as diferenças anatômicas da garganta. As pregas vocais das mulheres crescem menos que as dos homens, daí a frequência da voz feminina ser mais aguda, por exemplo. Além das pregas vocais, alterações hormonais, principalmente na adolescência, também influenciam no tipo de voz. A voz que você chegar à vida adulta será, provavelmente, a que te acompanhará por boa parte da vida. No entanto, com o envelhecimento, ela tende a mudar, porque, depois de uma vida toda de conversa, as pregas vocais e o tecido que a reveste começam a enfraquecer e as membranas ficam mais finas e secas.


Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: