PAPANGUARTE BRILHA NO FEFOL

A primeira apresentação do Papanguarte Balé Popular de Bezerros, grupo de danças folclóricas, no palco do 54º Festival Nacional de Folclore (FEFOL), foi nesta quinta feira, dia 09, e levou o público do evento a cair literalmente no timo do frevo pernambucano. Com 22 bailarinos, o Papanguarte subiu ao palco acompanhado da Orquestra F5 e não demorou muito para contagiar os amantes do grupo que dançaram e subiram ao palco no passo do frevo, tornando ainda mais brilhante o show da Folia do Papangu, espetáculo apresentado em remaker e com novo figurino de passistas e caboclinhos. O grupo sempre faz ótimas apresentações neste festival e este ano volta a participar depois de dois anos ausente; está entre os mais de 50 grupos de 17 estados brasileiros que estão na Capital Nacional do Folclore.

Nesta sexta-feira, dia 10, o grupo se apresentará em cortejos pelas ruas de Olímpia e a noite acontecerá a segunda apresentação, no Recinto de Exposições e Praça de Atividades Folclóricas e Turísticas Professor José Sant’ana. Assim como na primeira apresentação a segunda já desperta a atenção do público presente, que curte o balé bezerrense já há 6 anos, em suas participações no FEFOL. Apresentações em órgãos públicos, peregrinações, Thermas dos Laranjais, Museu Maria Olímpia e desfile de encerramento também acontecerão até o dia 12 de agosto, data do encerramento, que será no mesmo local da abertura, que se deu em 04 de agosto.

O primeiro grupo de bailarinos (as) Papanguarte, foi criado em 1997, pelo coreografo olindense, Carlos Marques, que desde então, fixou residência também em Bezerros e desta forma houve uma grande evolução, sendo o grupo considerado um dos melhores do Brasil, com participações destacadas em grandes eventos de natureza folclórica, especialmente o Festival Nacional de Folclore da Estância Turstica de Olímpia (FEFOL), na cidade do interior de São Paulo, conhecida como Capital Brasileira do Folclore. Durante a estada do balé bezerrense em Olímpia, os bailarinos e músicos se sentem em casa, devido a enorme empatia transmitida aos olimpienses, que retribuem com receptividade e carinho a todos (as).

Informações: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Bezerros/PE.



Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: