Liminar sobre o desbloqueio do FPM foi deferida, diz prefeito

Liminar sobre o desbloqueio do FPM foi deferida, diz prefeito


O prefeito Breno Borba declarou nas redes sociais que a liminar que pedia o desbloqueio de recursos do FPM, motivo pelo qual decretou estado de calamidade financeira no município, foi deferida e que em até cinco dias os recursos de cerca de 4 milhões (valor bruto) serão desbloqueados.

PESSOAL, BOA NOTÍCIA! Acabei de saber que a liminar a qual entramos para desbloquear os recursos do FPM foi deferida, então no prazo máximo de 5 dias estaremos com o dinheiro liberado para aplicar nas ações do município. Enfim, todo nosso esforço deu certo, agradeço demais a Deus e o apoio de cada um que acreditou. Estamos juntos por Bezerros!

Share


Fonte: Bezerros Hoje

Caminhada contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes fecha a semana

Caminhada contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes fecha a semana


A semana de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, terminou nesta sexta-feira, dia 24, com a realização de uma caminhada, saindo da Praça Alcides de Andrade Lima (Centenária), ´percorrendo o centro da cidade e culminando na Praça dos
Tamarindos.  O evento teve a participação de alunos das escolas municipais da cidade e zona rural, com aproximadamente 400 pessoas participando, acompanhadas de um mini trio elétrico e em ritmo de um grupo de maracatu do bairro de Encruzilhada de São João.

Desde o dia 17 de maio que a Prefeitura de Bezerros, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH), com parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA) e Conselho Tutelar, vem desenvolvendo ações
alusivas a semana de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, com realização de palestras em escolas da cidade e zona rural, panfletagem nas feiras livres e comércio, fórum, participação em emissora de rádio e entrevista coletiva com
toda imprensa local, e hoje encerrou de forma bem avaliada pela população.

Share


Fonte: Bezerros Hoje

Polícia Militar prende mulher com drogas e arma em Bezerros

Polícia Militar prende mulher com drogas e arma em Bezerros


Uma mulher chamada Severina Luíza da Silva, de 45 anos foi presa durante a tarde desta quinta-feira (23), em Bezerros, no Agreste de Pernambuco. A Polícia Militar recebeu informações que a esposa de um detento da cadeia pública de Bezerros, levaria drogas para o companheiro. 

Os policiais então foram até a casa onde mora o preso identificado como Diogo da Silva Santos, em busca da companheira dele. No local encontraram Severina que é mãe do homem, que informou que a nora morava em outro lugar. 

Os policiais foram até residência da jovem e ao chegar no local verificaram que ela é menor de idade. Ao ser questionada a adolescente afirmou que realmente levaria a droga até a prisão, mas disse que o material estava em outro lugar.

A equipe da Polícia Militar se dirigiu ao local indicado, e deu de cara com Severina tentando fugir com uma bolsa que continha uma espingarda calibre 12, cinco cartuchos, uma bolsa plástica com aproximadamente 360g de maconha, três celulares, cento e quarenta e seis pedras de crack, duas balanças de precisão, e R$ 20,00 em dinheiro.

Após apreender os celulares, os militares atenderam uma ligação de Diogo em um dos aparelhos. Os policiais se dirigiram até a cela do prisioneiro e encontraram outros dois celulares. A mãe e a menor de idade foram levadas para Delegacia de Plantão.

Portal EspiaAqui

Share


Fonte: Bezerros Hoje

ÀS VEZES É NECESSÁRIO SILENCIAR

ÀS VEZES É NECESSÁRIO SILENCIAR


Mediante alguns momentos, situações, confrontos ou pessoas, e em meio a alguns desentendimentos, indiferenças, ou discussões, podemos sofrer retaliações, julgamentos errôneos, discriminações, podemos também sermos injustiçados, subestimados, provocados e insultados. Mas, diante desses contextos e circunstâncias podemos nos exceder também, dizer o que não deveríamos, magoar pessoas, arruinar uma situação, e errarmos pelo impulso e precipitação nos atos e nas palavras. Por isso, perante muitos desses cenários e sob certos aspectos circunstanciais, não é a euforia, a raiva, o temperamento elevado, nem tão pouco a provocação e os confrontos que vão dar a melhor resposta ou criar o melhor resultado. Quando o contexto se mostra muito desfavorável a nós, quando somos julgados e apontados injustamente, quando somos insultados e provocados, ou quando entramos em um conflito ou discussão sem termos contribuído diretamente para tais ocorrências, é preciso silenciarmos. E silenciar não significa ficarmos submissos aos acontecimentos negativos ou as pessoas maldosas e prepotentes. Mas, o silêncio é recolhimento do terreno minado, silenciar é fechar também os ouvidos, a boca e os olhos para questões que não merecem nossa atenção, para situações que não merecem o desperdício do nosso tempo e da nossa energia. Silenciar é nos policiarmos para não cairmos nas grades da imprudência, é simplesmente deixarmos que o outro grite sozinho, que brigue sozinho, e que as coisas se ajeitem em seu próprio tempo, sem a interferência da nossa atitude insensata, para que o tempo traga as repostas sem o barulho dos descontroles e dos confrontos. 
A palavra para hoje é SERENIDADE.

(Mariana Helena de Jesus)
@marianahelenadejesus
www.marianahelenadejesus.blogspot.com.br

Share


Fonte: Bezerros Hoje