Os bons nas relações não se sujeitam a ” fazer médias” por que essa é colocar a falsidade no lugar do ” saber viver”. Se pra viver bem for necessário a política da boa vizinhança, cuidado, neste caso o bem pode ser o mal.

Quando o espelho que nos guia não é o da alma é sinal que algo anda errado. O que é de fora nunca preencherá O que de dentro.

Falar dos outros é não cuidar do que é seu; só olha a vida alheia aquele que se esquece da sua, portanto, se alguém quer cuidar da sua, não se preocupe é que ta faltando emoção na dele.

Não se cuida de quem ama se primeiro não se cuida. Para o amor acontecer primeiro deve-se cuidar dele dentro de si.

Se cada um dá o que se tem, como vamos receber o que nos falta? Na troca dos dons. Ou seja, amar quem nos ama é fácil, perdoar quem nos perdoa também, agora, ser mais forte pra dá ao outro o que ele não tem, só quem é capaz de amar.

As pessoas que saeem de nossa vida na verdade nunca estiveram, e quer saber? É Bom que saiam os falsos para os de verdade entrar.

Palavras? Quem vive é dicionário. O amor não se fala se vive, a mesma boca que jura amores se abri pra mentir.

Boa noite. Que nesta semana que se aproxima os anjos da Guarda se entendam e que possamos produzir o bem.

Bom dia. Que sua luz não seja apagada pela escuridão dos outros, é que tem gente que adora roubar energia alheia, solução: Brilhe mais!

Lucivaldo Nascimento

Fonte: Site PH Bezerros

Sua opinião é muito importante para nós! Faça seu comentário: